Realizações


 

Realizações do SóFLA

2012/2017

 

 

 

“Por isso vê lá onde pisa
Respeite a camisa que a gente suou
Respeite quem pode chegar onde a gente chegou”

 


 

INICIATIVAS VOLUNTÁRIAS DO SÓFLA

  • Constituição de Grupos de Trabalho, de caráter propositivo, com mais de 70 voluntários diretamente engajados no suporte a diversos departamentos do FLAMENGO, especialmente, Marketing, Financeiro, TI, Jurídico, Secretaria, FLA-Gávea, Esportes Olímpicos, Estádios, Estatuto Social, Futebol, Patrimônio e Conselhos, sem prejuízo de eventual ajuda na execução de projetos.
  • Arrecadação de recursos entre os membros para a confecção da estátua do Zico, inaugurada na Gávea.
  • Disponibilização de voluntários em diversos eventos de cunho social e recreativo do clube, tais como festa do dia das crianças, páscoa, transmissão de partidas, feijoadas etc.
  • Campanhas para a adesão de novos associados quando das emissões de lotes de títulos de Sócio-Proprietário.
  • Campanhas para a adesão de associados Off-Rio.

 

ATUAÇÃO JUNTO AOS CONSELHOS DO FLAMENGO

  • Incentivo e fomento à participação dos associados na vida política do clube, com a formação da chapa vitoriosa para recomposição do corpo transitório do Conselho Deliberativo. Após o pleito para aquele conselho protocolamos pedido para inclusão de 250 novos associados que manifestaram seu desejo de participar do Conselho Deliberativo.
  • Protagonismo em diversas comissões do Conselho Deliberativo, especialmente a presidência da Comissão Permanente de Finanças e participação ativa nas comissões Jurídica, de Estatuto, Obras, Uniforme e Marketing, além de compor comissões de inquérito de relevância.
  • Protagonismo em diversas comissões do Conselho de Administração, especialmente, presidência da Comissão Permanente de Finanças.
  • Questionamentos técnicos feitos ao Conselho Fiscal, em maio de 2012, apontando falhas na prestação de contas do então presidente do órgão, Leonardo Ribeiro, e que deram origem a processo interno.
  • Sustentação de defesa do presidente do FLAMENGO, Sr. Eduardo Bandeira de Mello, na impugnação da sua candidatura à reeleição, promovida pelo Dr. Siro Darlan. A impugnação foi rejeitada, por unanimidade, em sessão realizada no Conselho de Administração.
  • Formação das chapas vencedoras nas campanhas para o Conselho Fiscal, em 2012 e 2015, retomando, sob a presidência, vice-presidência e participação ativa dos demais membros do SóFLA que integram este órgão, a sua vocação técnica, fiscalizadora e apolítica.
  • Assessoria Jurídica do Conselho Fiscal, tendo elaborado pareceres em matérias como auditoria interna do caso “Museu do FLAMENGO x OLK”, rescisão do contrato com a “REX x Morro da Viúva”, acompanhamento do processo de reintegração de posse do mesmo “Morro da Viúva”, alienação da “Mansão de São Conrado”, renovação de direitos de transmissão do brasileiro com a Globo até 2024, contrato de permuta com torna pelo Morro da Viúva “Cyrela x FLAMENGO”, dentre outros.
  • Mobilização para diversas votações no Conselho Deliberativo, como na aprovação de contratos relevantes para o clube e para punição de associados que cometeram infrações e desvios disciplinares graves.
  • Relatoria da Comissão de Sindicância do Conselho Deliberativo do caso “Plaza – Kleber Leite”, votada no Conselho Deliberativo e que decidiu pela remessa da questão ao Conselho de Administração.
  • Apresentação de recurso à decisão colegiada do Conselho de Administração que decidiu pelo arquivamento do procedimento disciplinar em face do ex-presidente Kléber Leite.

 

TRABALHOS DESENVOLVIDOS PELOS GRUPOS DE TRABALHO E SUBMETIDOS AOS CONSELHOS DO FLAMENGO

  • Elaboração do projeto de mudança de Estatuto denominado “CONTE COMIGO, FLAMENGO” (CCF), apoiado publicamente por mais de 400 associados.
  • Elaboração de emenda, com base no Projeto CCF, para adequação do Estatuto Social à Lei 12.868, de 15/10/2013, que modificou a Lei Pelé, criando novas exigências para os clubes receberem recursos da administração pública federal. Isto permitiu ao clube passar a receber recursos de projetos incentivados.
  • Elaboração da emenda intitulada “Lei de Responsabilidade Fiscal Rubro-Negra” (LRFRN), com base no Projeto CCF, que introduziu mecanismos de austeridade, controle e responsabilidade na condução administrativa e orçamentária do FLAMENGO, punindo dirigentes por atos temerários de gestão e prejuízos causados. A emenda foi aprovada por unanimidade em abril de 2015, e amplamente divulgada e aplaudida pela mídia especializada.
  • Elaboração da emenda para garantir o direito de participação de representante da categoria dos atletas no Conselho Diretor, cumprindo exigência da Lei nº 13.155, de 05/08/2015 (“Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte”) e eliminando o risco de perda de recursos incentivados.
  • Apoio ao Departamento de Patrimônio Histórico para elaboração de Emenda para adequação do Estatuto Social aos requisitos da Lei Rouanet para captação de recursos, e a consequente mobilização para sua aprovação.
  • Elaboração da “Emenda da Isonomia”, com base no Projeto CCF. A emenda tratava da revisão de isenções de pagamento de mensalidade, através de duas alterações principais: o fim da hereditariedade de isenção dos títulos adquiridos antes de 1992, ou seja, cessar o privilégio do portador do título transferir a isenção para os seus filhos, netos, bisnetos, tataranetos etc. ilimitadamente. E estabelecer que as futuras concessões dos títulos honoríficos de Emérito e Laureado não importem mais isenção de pagamento.
  • Liderança na campanha pela aprovação da “Emenda da Isonomia” e emissão de nota conjunta de apoio com os grupos Grupo FlaFut (FLAFUT), Ideologia Rubro-Negra (IRN), FLAMENGO Acima de Tudo (FAT) e Sinergia Rubro-Negra (SRN). A “Emenda da Isonomia” foi aprovada pelo Conselho Deliberativo em junho de 2016, eliminando o regime de privilégios adquiridos vigentes no clube, em conjunto com a Emenda-Destaque de 50 associados, de autoria de membros do SóFLA, permitindo a cobrança dos dependentes dos associados isentos.
  • Apresentação da “Emenda da Reforma Eleitoral” pelo Presidente da Assembleia Geral e membro do SóFLA, após constituir Comissão Provisória de Estudos Eleitorais com membros do grupo e de variadas correntes do clube. A proposta, ainda em trâmite, visa sistematizar mudanças que favoreçam, dentre outras, um processo eleitoral menos beligerante e invasivo, a possibilidade de voto eletrônico e critérios de elegibilidade mais éticos e atentos aos possíveis conflitos de interesses.
  • Elaboração de emendas, quando da readequação do orçamento de 2017, e quando da discussão do orçamento de 2018, para a integração das rubricas relativas ao Programa Sócio-Torcedor e ao da bilheteria. Essa medida visa dar instrumentos ao clube para que, ante o sucesso do referido programa, seja possível a redução do preço médio dos ingressos e aumento da frequência de público nos jogos em que o Flamengo é mandante, em especial na Ilha do Urubu.

 

DEMAIS TRABALHOS DESENVOLVIDOS PELOS GRUPOS DE TRABALHO DO SóFLA

  • Elaboração e divulgação de diversos estudos técnicos sobre as contas e demonstrações financeiras do FLAMENGO, e sua comparabilidade com os demais clubes, fornecendo subsídios para os avanços financeiros do FLAMENGO.
  • Assessoria na avaliação econômico-financeira do contrato de concessão do Maracanã.
  • Elaboração, desenvolvimento e implantação do projeto “Fla em Dia”, que quitou valor superior a R$ 645 mil das dívidas fiscais do FLAMENGO.
  • Realização de projeções e comparações técnicas para o clube na definição de estádio: Engenhão x Maracanã x Gávea x Estádio Próprio.
  • Acompanhamento, colaboração jurídica e participação em reuniões com o Setor Jurídico do FLAMENGO para casos de relevância para o clube.
  • Doação de livros para a Biblioteca da Vice-Presidência Jurídica do FLAMENGO.
  • Campanha de captação de doações para o projeto Anjo da Guarda, representando entre membros do grupo, familiares e indicações diretas, aproximadamente 15% do total arrecadado nos exercícios de 2015/2016.
  • Elaboração de relatório com resultados da vistoria sobre situação e qualidade das obras no FLA-Gávea e apresentação de proposta ao Conselho Diretor sobre a constituição de departamento de Obras no clube.
  • Elaboração de plano de fiscalização e de estruturação da gestão da operação e da rentabilidade do FLAMENGO em seus jogos, além da análise dos riscos com um contrato para os jogos no Maracanã.
  • Análise econômico-jurídica do acordo com o Maracanã S/A para a operação dos jogos do clube.
  • Acompanhamento e análise dos balanços do Consórcio Maracanã S/A e de nova versão de relatório de viabilidade do Maracanã, em caso de assunção pelo FLAMENGO;
  • Participação e contribuição na Audiência Pública do processo de concessão do Complexo Maracanã.
  • Apresentação à Vice-Presidência Jurídica de proposta de novo Código de Ética. O objetivo é perenizar um padrão de conduta para evitar conflitos de interesse, impedir o favorecimento pessoal e preservar relações saudáveis com parceiros e clientes.
  • Elaboração da minuta de abaixo assinado em favor da Arena do FLAMENGO, em movimento de enfrentamento às associações de moradores do Leblon e entorno.
  • Desenvolvimento do Projeto de Branding do clube, para valorização da marca FLAMENGO.
  • Consultoria voluntária no projeto de construção do Estádio Ilha do Urubu e acompanhamento regular das obras, com visitas e relatórios.
  • Execução do processo de acompanhamento e confecção de relatórios de operação dos jogos do FLAMENGO como mandante (Maracanã e Ilha do Urubu), apontando acertos e pontos de melhoria.
  • Elaboração de propostas de melhorias nas operações do clube, com assuntos diversos, tais como precificação, combate ao cambismo, a implementação de acesso por biometria etc.
  • Pleito, atendido pelo clube, de publicação de todos os borderôs das partidas do FLAMENGO enquanto mandantes, evitando com que nosso torcedor e o público interessado dependa da publicação pelos sites de federações.
  • Apresentação de estudo analisando grandes terrenos na cidade do Rio de Janeiro onde o FLAMENGO poderia construir um estádio próprio. Neste estudo estão contempladas as etapas de pré-construção, operação e um modelo próprio para o clube, que envolve todos os aspectos de estrutura, logística, análises financeiras, de mobilidade urbana, valor a ser investido, comparando a 20 variáveis.

 

TRABALHOS DESEMPENHADOS EM FAVOR DO FLAMENGO EM ENTIDADES EXTERNAS 

  • Elaboração da “Proposta de Reforma do Modelo de Regulamentação e Gestão do Futebol do Estado do Rio de Janeiro”, e que amparou a agenda mínima apresentada à FERJ e à CBF em diversas rodadas de negociação e movimentos de reivindicação.
  • Participação nos Grupos de Trabalho constituídos pela CBF, sob coordenação da Ernst e Young, para mudanças estatutárias, no sistema de licenciamento e na formulação do novo Código de Ética da entidade, aprovado pela Assembleia Geral.
  • Apoio ao FLAMENGO e articulação junto ao deputado Otávio Leite na elaboração da Lei de Responsabilidade no Esporte (atual Medida Provisória Nº 671 – PROFUT), representando o FLAMENGO em reuniões e debates com o Governo e líderes em Brasília e na CBF.
  • Suporte jurídico ao FLAMENGO na análise das emendas legislativas apresentadas à MP do PROFUT.

 

NOTAS E POSICIONAMENTOS FORMAIS DO SóFLA

  • Manifestação contrária à licitação do Maracanã, na data de uma audiência pública que definiria os rumos do estádio por meio do lançamento do Edital. O documento emitido foi assinado por conselheiros do clube de diversas correntes políticas.
  • Manifestação quanto a posição do SóFLA quanto a votar pela punição do Ex-Presidente Kleber Leite, nos termos do Estatuto Social, a ser aplicada pelo Conselho de Administração.
  • Manifestação de repúdio à decisão que obrigou o Flamengo a jogar o clássico contra o Vasco da Gama, pelo Brasileiro de 2017, no Maracanã, quando o jogo no primeiro turno foi disputado no estádio do rival.
  • Manifestação pela observação de critério técnico quando da precificação dos ingressos dos jogos de mando do Flamengo,aliando os objetivos financeiros e esportivos, principalmente, de modo a possibilitar o acesso ao estádio de um maior número de torcedores.
  • Manifestações em comemoração às aprovações da “Lei de Responsabilidade Fiscal do Flamengo” e da “Emenda da Isonomia”, ambas com o objetivo de proteger o patrimônio do clube, criando deveres aos administradores, e suprimindo privilégios.
  • Manifestação de júbilo pela inauguração do Módulo Profissional do Ninho do Urubu e da obtenção das licenças para a construção da Arena Multiuso.
  • Emissão de outras notas e comunicados públicos em defesa da instituição FLAMENGO.

 

INICIATIVAS INDIVIDUAIS DE MEMBROS DO SóFLA

  • Participação em aulas da disciplina “O DIREITO E O ESPORTE NO SÉCULO XXI” no curso de Graduação da FGV Direito RIO, dando divulgação à proposta de reforma do modelo de regulamentação e gestão do Futebol do Rio de Janeiro.
  • Investimentos obtidos por junto à Lafarge, na ordem de R$ 1,6 milhões para reforma da piscina olímpica da Gávea, e R$ 1,75 milhões para as obras do Centro de Treinamento George Helal.
  • Atuação decisiva no estabelecimento da parceria do FLAMENGO, através do CUIDAR (Centro Unificado de Identificação e Desenvolvimento de Atleta de Rendimento), projeto interdisciplinar dos Esportes Olímpicos, com o Instituto de Oftalmologia do Rio de Janeiro (IORJ).
  • Atuação decisiva na obtenção do patrocínio da Rede D’Or.

 

OUTRAS ATUAÇÕES

  • Elaboração e coordenação geral do Plano de Metas da Chapa Azul – “Acima de Tudo Rubro-Negro”, eleita para presidir o Flamengo no triênio 2016-2018 – e que se constituiu no programa de governo do Presidente Eduardo Bandeira de Mello.
  • Participação de membros do grupo na comissão constituída pela Vice-Presidência de Patrimônio para recebimento, equalização e análise das propostas de aquisição do terreno do Morro da Viúva.
  • Preparação de Matriz SWOT do FLAMENGO, e posterior elaboração e entrega ao Conselho Diretor do documento denominado “FLAMENGO À FRENTE” – um conjunto de propostas para o Planejamento Estratégico do clube, no período de 2018-2022.
  • Participação ativa na reformulação do Projeto EMBAIXADAS DA NAÇÃO.

 

AÇÕES DOS VICE-PRESIDENTES QUE FAZEM PARTE DO SóFLA

 

  • SóFLA à frente da Vice-Presidência de Tecnologia da Informação (TI): 

a) conclusão do Plano Diretor de TI para o triênio 2016-2018, como marco estratégico de ações de médio e longo prazo;

b) estruturação do departamento de TI, com a contratação de um Gerente com experiência de mercado. O foco é que o setor deixe de ser uma área operacional e vire uma área estratégica para o clube;

c) melhora na governança de TI, através do mapeamento de processos, criação de documentação dos ambientes, incremento de procedimentos e controle, diminuição de riscos e aumento da eficiência do departamento;

d) todos os funcionários do clube passaram a ter conta de e-mail corporativo;

e) aquisição de ferramenta de antivírus corporativa, com proteção real time e atualização constante;

f) contratação de serviços especializados em segurança da informação para ajudar a evitar ataques e invasões (Cyber Segurança);

g) consolidação dos serviços na “nuvem” (Microsoft e IBM) em substituição ao modelo anterior, de sistemas que rodavam em servidores arcaicos;

h) aprimoramento das aplicações do clube;

i) modernização e aumento da quantidade de câmeras de segurança na Gávea e também no Centro de Treinamento George Helal;

j) substituição das roletas de acesso à Gávea, Remo, Fla Memória e piscinas;

l) aquisição de 60 novos equipamentos para os colaboradores, com previsão de refresh de quase 200 equipamentos até 2018;

m) modelagem de processo de licitação, prevista para 2018, para contratação de melhor serviço de venda de ingressos online;

n) criação de um portal de serviços internos, para cada funcionário efetuar sua própria requisição à área de TI, o que será será expandido para outras áreas, como Fla-Gávea, RH, Marketing, Esportes Olímpicos etc;

o) Montagem de um NOC (Centro de Operações de Rede), em que é possível ter uma visão real time, e com maior rapidez para as manutenções, de todos os equipamentos instalados na Gávea, Centro de Treinamento George Helal e Ilha do Urubu;

p) criação de ambiente de homologação do sistema de gestão do clube para testar funcionalidades e revisão de todos os processos e procedimentos da área de tecnologia;

q) conclusão de processo de análise de mercado, edital e contratação para implementação de um novo ERP – Enterprise Resource Planning, que em português significa Sistema de Gestão Empresarial. O atual sistema dará lugar ao SAP S/4 HANA que, dentre os muitos benefícios, permitirá a continua melhora dos processos, controles e compliance.

 

  • SóFLA à frente da Vice-Presidência de Secretaria Geral:

a) atuação ativa na formulação da proposta, na estratégia de aprovação, na comunicação com os associados e na apresentação em plenário da “Emenda da Isonomia”, que eliminará, no longo prazo, o modelo atual em que 50% dos associados não pagam mensalidade, permitindo um aumento potencial de receita destinada à sede social, na ordem de R$ 6 milhões/ano;

b) emissão e venda de 500 títulos de Sócio-Proprietário, renovando nossos Conselhos e arrecadando mais de R$ 7,3 milhões destinados à conclusão do Centro de Treinamento George Helal e obras na Gávea, tais como construção da brinquedoteca e salão de jogos, reforma das quadras de tênis, novos vestiários e substituição do piso do deck da piscina. Os investimentos propiciaram um aumento na frequência na sede social de 60% em relação ao ano anterior;

c) reforma das instalações da Secretaria Geral e investimento no treinamento e capacitação dos funcionários, com o objetivo de dar maior conforto e melhor atendimento dos associados;

d) ampliação da oferta de serviços ao associado no “Portal do Sócio” (site do clube), tais como iniciar o processo de transferência do título, excluir dependente, cancelar ou reativar o título, dentre outros;

e) instalação de totem de autoatendimento com alguns serviços da Secretaria no hall de entrada da Avenida Borges de Medeiros, para oferecer mais comodidade e agilidade aos associados;

f) instalação de acesso por biometria nas catracas e cadastramento das digitais dos associados;

g) aprimoramento da governança da Secretaria, através da elaboração de um Regimento Interno, do Manual de Operações e da automatização dos processos e consequente diminuição do uso de formulários em papel;

h) aumento de 63% na arrecadação mensal com mensalidades nos últimos 2 anos;

i) implementação de projeto de negociação com associados inadimplentes, responsável por regularizar 168 títulos em 2016, com arrecadação de mais de R$ 234 mil, e 117 títulos em 2017, com arrecadação de mais de R$ 155 mil.

 

  • SóFLA à frente da Vice-Presidência de Marketing:

a) assinatura do maior contrato, em termos financeiros, da história do FLAMENGO, com a TV Globo, vigente até 2024;

b) aprimoramento do programa de Sócio-Torcedor “Nação Rubro-Negra”, com incremento de oferta de experiências, inovações, promoções e crescimento no número de aderentes, em comparação à gestão anterior da pasta – alavancado de um patamar estável de 53 mil para outro, na faixa de 70 mil sócios-torcedores;

c) celebração de contratos de patrocínio e parcerias expressivos para o clube.

 

  • SóFLA à frente da Vice-Presidência de Administração: 

Além das tarefas inerentes à pasta, como a gestão do patrimônio mobiliário do clube e o fornecimento de meios aos demais departamentos para a execução de suas tarefas, a pasta foi responsável pela gestão da reforma do Estádio da Ilha do Urubu e pela operação das partidas no local, que ocorreram em perfeitas condições de acesso e segurança.

 

  • SóFLA à frente da Vice-Presidência de Futebol:

Assumimos a pasta em outubro de 2017, período em que disputamos as finais da Copa do Brasil e da Copa Sul-americana, além da classificação no Campeonato Brasileiro para a fase de grupos da Copa Libertadores da América deste ano. Iniciando o planejamento para 2018 sob nossa gestão, esperamos imprimir nossa marca nas realizações do ano.

 

  • SóFLA à frente da “Vice-Presidência” de Futebol de Base:

a) reabertura da fábrica de craques, com gerações promissores evoluindo no clube e novos talentos chegando ao time profissional. Voltamos a ter jogadores de destaque nas principais posições das seleções de base;

b) clube passou a ser vitrine internacional, com a maior venda de um jogador menor de idade da história do futebol brasileiro;

c) presença constante em torneios internacionais. Em 2017 participamos de 6 competições: mais do que nos últimos 7 anos somados;

d) quadruplicamos a quantidade de observadores (“olheiros”) do FLAMENGO;

e) aprimoramento da gestão do Futsal;

f) início de parceria com a Double Pass, empresa de consultoria internacional responsável pela reformulação das categorias de base da Bélgica e Alemanha e contratada pelas federações inglesa, americana e chinesa;

g) estabelecimento de parcerias comerciais exclusivas para as categorias de base, tais como com as empresas Ortopride e GPI;

h) lançamento do projeto “Pratas do Ninho”, marco para evolução do plano de potencialização de cada atleta.


 

Fundado em 05 de outubro de 2010, os “SÓCIOS PELO FLAMENGO” (“SóFLA”) é um grupo de associados e apaixonados pelo FLAMENGO, que decidiram enfrentar as dificuldades e ter o clube como causa de devoção e de luta.

Pessoas comuns que aprenderam a trabalhar com planejamento, articulação e mobilização, contribuindo com suas experiências voluntariamente.

Desde que foi criado, o SóFLA semeia propostas e ações como o fermento de um FLAMENGO democrático, sério, grande e vencedor.

E, pelo FLAMENGO, prosseguirá imperturbável, não por teima ou recompensa, mas porque, para cada um dos seus membros,

“É o meu maior prazer vê-lo brilhar”.